O machismo contra os homens

07:43

Oi gente, estou demorando bastante pra postar, mas vou tentar fazer de tudo pra arrumar tempo todo dia pra preparar conteúdo pro blog, o canal só será possível aos finais de semana, porque passo mais tempo na escola do que em casa. Mas como eu disse na fã page do blog o post de hoje seria sobre feminismo que é um tema que não discutimos faz um tempo, pra quem ainda não viu tem um post sobre o feminismo e outro sobre minha indignação pelo preconceito sofrido pelas mulheres, confere lá e leia esse texto pra entender um pouco mais sobre o assunto. Muitos acham que o feminismo é o contrário do machismo, mas de acordo com o próprio dicionário, o feminismo é um movimento político, filosófico e social que defende a igualdade de gênero entre mulheres e homens. Sim, muitos homens poder ser feministas e buscar uma igualdade de gênero, afinal, não são apenas as mulheres que sofrem com o machismo. E é isso que trago no post de hoje, abordarei alguns argumentos que mostram que os próprios homens sofrem com o machismo, e antes que me achem FEMISTA, digo logo que sou FEMINISTA, o femismo não tem nada a vê com o feminismo, que é a mulher se achar superior ao homem, e existem algumas mulheres que pensam assim, as mesmas são femistas.


1) Homem é o provedor da relação
Sinceramente estou um pouco cansada de sempre ter que ficar ouvindo esse discurso tolô e machista de que o homem tem de ser o provedor da relação. Primeiramente, homem nenhum nasce com a obrigação de sustentar a mulher, afinal, a mesma tem autonomia e empoderamento o suficiente pra trabalhar e se sustentar. Segundo, se o homem trabalha e a mulher não, ele é cavalheiro, mas se a mulher trabalha e o homem não, ele é vagabundo, e nem me venham com argumentos reliogiosos, sejamos racionais um pouco.

Isso de sempre colocar a mulher “em segundo plano” e fingir que está tudo bem vem acontecendo há anos, a desigualdade de gênero é algo atual, e os próprios homens sofrem com isso, então, antes de sair falando que homem é obrigado a sustentar mulher, estuda um pouquinho, por mais que as mulheres sofram mais com a desigualdade, não adianta ficar se fazendo de coitada, cada uma tem que fazer a sua parte, e não adianta dizer que feminista é chata, femista é chata e é um movimento bem diferente do feminista, é chato mesmo ficar fadado em um conceito simplista e do nada vim pessoas que te dizem pra parar de ser troxa e começar enxergar aquilo que está além do que se pode ver. E sim, as igrejas cristãs dizem isso, presenciei um religioso ensinando sobre isso à sua igreja, e no blog Doutrinas Bíblicas isso está evidentemente claro, e ainda há mulheres que dizem "orar por um marido assim" sinal do machismo, onde o homem "nasce com a obrigação" de sustentar a casa.

2) Homem é obrigado a se alistar no exército 

O alistamento militar obrigatório pro homem é machismo, e já deixo logo a minha opinião aqui sobre o assunto, acho que não deve ser obrigatório nem pra homem e nem mulher, cada um deve ter a liberdade de escolher servir ou não. Muitos homens acham que deve ser obrigatório para as mulheres, mas pensem comigo, se nem vocês gostam, por que devemos querer isso?! O problema é que muitos reclamam e poucos fazem, eu particularmente, não conheço nenhum movimento que lute contra o alistamento obrigatório e enquanto alguém não o fizer, tudo vai continuar como está. 

3) Licença paternidade

A lei diz que o homem/pai tem direito há 5 dias em casa, após o nascimento de seu filho, o que é um absurdo, afinal, filho não se faz sozinho, e a mulher fica 6 meses em casa, com estabilidade no trabalho, cuidando da criança. Como eu disse, ambos concederam ao filho e engravidaram juntos, então da mesma forma que a figura materna é importante para a criança, a figura paterna também é, e convenhamos que estar presente nessa fase de crescimento deve ser maravilhoso né?! E se ambos os pais estiverem juntos, melhor ainda. 

Por isso devemos lutar por uma igualdade de gênero, homens e mulheres sofrem com o machismo, femismo e outros movimentos sociais que nos impõem padrões e as vezes até determinam nossas atitudes, não devemos ficar com medo de quando completarmos 18 anos teremos que ser obrigados a servir ao exército, ficar com medo de sair da rua e ser assediada(o) ou estuprada, ficar com medo de usar um short curto porque vão me achar piriguete, dizer que sou homossexual porque a sociedade vai me descriminar ou ser negro porque vou sofrer com o racismo, está na hora de abrirmos a mente e os olhos e lutarmos por um mundo sem padrões.

Você também pode gostar

2 comentários

  1. adorei o post, realmente é algo que nem todo mundo para pra pensar, acham que os homens nasceram e são obrigados a serem sempre os alfa da relação, sendo que todos tem sentimentos e merecem ser tratados da mesma forma e com respeito, acima de tudo.
    www.rumorandhorror.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, falta humanidade na sociedade 😓

      Excluir

Instagram

Facebook